English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By tecnicoemagropecuaria.blogspot.com

Procure no blog o assunto

Para pesquisar um assunto de seu interesse aqui no no blog, digite uma palavra chave na tarja branca acima e clique em pesquisar.

6 de janeiro de 2009

Tempo “doido”, o aquecimento global pode afetar a agricultura

Mudanças climáticas previstas para as próximas décadas como resultado do aquecimento global vão colocar em risco a produção agrícola no Brasil, dizem os estudiosos. Nesses estudos de pesquisadores, prevêem que o aumento da temperatura no país vai diminuir a área favorável aos cultivos de soja, café, milho, arroz, feijão e algodão, podendo levar a um prejuízo de quase R$ 8,0 bilhões até 2020. As exceções são para a cana-de-açúcar, que terá espaço para se expandir e até dobrar a produção, e a mandioca, que, apesar de perder espaço de cultivo no Nordeste, poderá ser plantada em outras regiões do país. Os resultados sugerem que a geografia da produção agrícola brasileira vai mudar nos próximos anos, e, para evitar danos maiores ao desenvolvimento do país, é preciso começar a agir desde já.
É preocupante tal relatório, a agricultura é uma das responsáveis pelo aumento de temperatura: as emissões do setor, somadas ao desmatamento para a conversão de terras para o cultivo, representam algo entre 17% e 32% de todas as emissões de gases do efeito estufa provocadas por atividades humanas. É justamente a derrubada de florestas que coloca o Brasil na posição de quarto maior emissor de gás carbônico do mundo
Tais assuntos devem ser levados para dentro das salas de aulas, não somente nos colégios agrícolas, mais no geral. Estudantes de agropecuária (nível médio) podem também não se “ligarem” com assuntos tão “chatos”, e disciplinas em muitos cursos, é ministrado tão somente para o básico para o manejo de animais, e os alunos só vão se “ligar” e conhecer o assunto quando optarem por curso superior, agronomia por exemplo.
É preciso que o jovem estudante possa se Identificar com a leitura e pesquisa na área de ciências naturais e da terra, e tais relatórios publicados, debatidos incansavelmente em sala de aula, pode contribuir muito no aprendizado de outras disciplinas.
Lembro por exemplo, que quando estudante no CTUR, na disciplina “Processamento de produtos de origem animal”, a Mestra Claudete Pereira, usava estrategicamente esse método para nós ensinar, era “chato”, mais funcionou; fazer leituras da legislação em mesa redonda com a turma, e isso, muito “abria” nossas mentes para a importância da disciplina.
Sobre o relatório do aquecimento global publicado, contém informações importantes e pode muito contribuir no reforço de aprendizado de outras disciplinas.
O relatório está disponível em: