English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By tecnicoemagropecuaria.blogspot.com

Procure no blog o assunto

Para pesquisar um assunto de seu interesse aqui no no blog, digite uma palavra chave na tarja branca acima e clique em pesquisar.

18 de maio de 2009

Origem das codornas


Relatos e estudos afirmam que muitas aves se extinguiram antes mesmo que pudessem ser estudadas pela ciência. Hipoteses e citações das que puderam ser estudadas, por restos completamente fossializados (subfóssil), afirmam que muitas poderiam conter materiais orgânicos suficientes para análises moleculares, afim de prover pistas adicionais para resolver suas relações taxonômicas.
Em nossas leituras, notamos que autores de estudos das extinções, são categoricos em afimar as coincidencias com a expansão do homem (Homo sapiens), em muitos casos (mas não em todos) fatores antropogênicos podem ter tido papel crucial em suas extinções, seja pela caça (cinegética), alterações de habitats, ou até mesmo, por introdução de predadores.O grande número dessas espécies são de ilhas oceânicas, especialmente na Polinésia. Nos táxons de aves, por exemplo, evoluíram em ilhas oceânicas e que eram geralmente mais vulneráveis á caça ou predação por mamiferos – animais comumente introduzido por humanos. Muitas dessas aves, evoluíram em um ambiente, pela ausencia desses mamíferos e que muitas perderam a capacidade de vôo.
Há uma lista dos táxons que se extinguiram no final do Quaternário – Holoceno e final do Pleistoceno - , antes do período global de exploração científica que iniciou-se a partir de 1500 d.C. Mais precisamente, suas extinções coincidem com a expansão e evolução do homem , entre 40.000 a.C. e 1500 d.C. Dessa lista, por exemplo, é citado um fóssil da espécie do Oligoceno - Late Miocene do suldoeste da Europa Central que foi descrito como Coturnix gallica. Outro, Coturnix donnezani, foi generalizada no Plioceno antecipada para Early Pleistoceno Europa e a Coturnix gomerae (pré histórico), que não conseguimos localizar citações e estudos de sua origem.
O Professor Octavio Domingues (1968), em Introdução á Zootecnia, relata que o homem mantem em domesticidade em número de onze, as aves domésticas, dentre as quais a galinha (Gallus domesticus Auct.), que sobressaiu dentre as demais aves, pela sua importância e extrema disseminação.
Pela complexidade e abundancia de informações sobre os Galliformes, muitos das quais, não oferecem fontes seguras e não foram autorizados por seus autores, pararemos por aqui.
Da nossa série, prometida, a proxima será um sucinto relato da Origem das Codornas. Incluindo o manejo das especies domesticas, que estará disponivel em doc. e p.p.t, no http://www.slideshare.net/joao1959