English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By tecnicoemagropecuaria.blogspot.com

Procure no blog o assunto

Para pesquisar um assunto de seu interesse aqui no no blog, digite uma palavra chave na tarja branca acima e clique em pesquisar.

29 de maio de 2015

Caminho da Fé - A agroecologia na Mantiqueira

Serra da Luminosa
Caminho da Fé na Serra da Mantiqueira, atravessar a pé por 11 dias essa região, não foi só um desafio, mas, uma das maiores emoções de nossas vidas. O ordeiro povo, a cultura cabocla, a gastronomia regional e a agricultura familiar, serão os próximos assuntos aqui no blog e no perfil do Google+.
            A Serra da Mantiqueira é o mais importante maciço montanhoso do país e que se espalha pelas divisas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Mantiqueira se origina do tupi-guarani e significa “Serra que chora”, assim denominada pelos índios que habitavam a região e devido à grande quantidade de nascentes e riachos encontrados em suas encostas. É nela também que estão localizadas as mais afamadas fontes de águas minerais do país nas regiões de Caxambu e São Lourenço em Minas, Campos do Jordão e Poços de Caldas e Águas da Prata. É nessa região em que se consolidou o chamado Caminho da Fé, feitos por peregrinos de todo o Brasil e até mesmo do exterior, isso desde 2003.
            A Serra da Mantiqueira integra o ecossistema da Mata Atlântica que possui uma das maiores biodiversidades do planeta. Apesar da ocupação das terras principalmente para a exploração da pecuária, existem ainda regiões de mata muito bem preservadas onde encontramos uma impressionante variedade de árvores como o jacarandá, cedro, canjerana, guatambu, ipês, canela, angico, jequitibá, e também a araucária (ou pinheiro-brasileiro) e o pinheiro-bravo, típicos do clima tropical de altitude. Este também é o “habitat” ainda hoje, de uma fauna variada onde se destacam o veado campeiro, o lobo-guará, a onça parda, o cachorro-vinagre, a jaguatirica, a paca, o bugio, o esquilo e o ouriço caixeiro. E entre as aves, a gralha-azul, o tucano, a maritaca, o inhambu, o jaçanã, a seriema e o gavião carcará.
            A Mantiqueira é a região preferida pelos alpinistas e “trekkers” onde no inverno, que coincide com a estação seca, pode-se subir alguns dos picos mais altos do país, tais como, a Pedra da Mina com 2.897 metros de altitude.  É lá também que estão algumas das cidades brasileiras com maior altitude, como Campos do Jordão/SP, com seus 1.620 metros. Um local muito procurado por amantes de esportes radicais é o Complexo da Pedra do Baú.
No início da ocupação do Brasil a Mantiqueira foi um grande obstáculo a ser vencido para as expedições que iam para o interior em busca do ouro e das pedras preciosas. Vários desbravadores paulistas, entre eles Fernão Dias Paes Leme, abriram e consolidaram durante a segunda metade dos séculos XVI e todo o século XVII, um caminho que se iniciava no Planalto Paulista, seguia pelo Rio Paraíba passando por onde estar hoje a cidade Pindamonhangaba, entre outras.
            Ao fim da jornada estão a grandeza e a imponência do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, o segundo maior templo católico do mundo, atrás apenas da Basílica de São Pedro, no Vaticano. A Passarela da Fé conduz os fiéis da Matriz de Nossa Senhora Aparecida (chamada de Basílica Velha) ao santuário, que já recebeu a visita oficial de três papas desde a sua inauguração, na década de 80.
Cafezal na Serra dos Lima - Andradas/MG

Agricultura familiar em Cantagalo - São Bento do Sapucaí/SP